A beleza de um jardim não depende do tamanho das flores, mas da variedade do seu COLORIDO!!
Assim, a felicidade não depende de grandes alegrias, mas da variedade de muitos e pequenos momentos felizes que colhemos ao longo da vida!!




8 de jul de 2011

Você é tudo o que eu pedi para Deus!



Amar é olhar pra dentro de si mesmo
E dizer eu quero
É viver intensamente
É sonhar com uma gota de realidade
E realizar uma gota desse sonho
É estar presente até na ausência

Amar é ter em quem pensar
É ser só de alguem
E nunca deixar esse alguem só
É pensar em você tão alto
À ponto de você escutar

Amar é ir até a morte
É acordar pra realidade do sonho
É vencer atravéz do silêncio

Amar é dar aristia ao coração
É sonhar o sonho de quem sonha com você
É sentir saudades
É chegar perto na distância
É andar a procura de um encontro

Amar é a força da razão
É quando os momentos são eternos

Amar é ser adulto e se sentir criança
É viver a vida em vesos ao inverso
É a maior experiência na vida de um homem

Mas acima de tudo é crer Deus
Porque Deus é amor
E você é tudo que um dia eu pedi para Deus

[Marina de Oliveira]

25 de mai de 2011

Sometime


Um dia, quando todas as lições da vida foram aprendidas,

E o sol e estrelas se recolheram para sempre,
As coisas que os nossos fracos julgamentos aqui des­prezaram,
As coisas sobre as quais nós nos afligimos com açoites,
Irão se iluminar à nossa frente, saindo da noite escura da nossa vida,
Como as estrelas brilham em tons mais profundos de azul;
E veremos como todos os planos de Deus são corretos,
E o que parecia reprovável era o amor mais verdadeiro.
Então esteja contente pobre coração;
Os planos de Deus, como lírios, puros e brancos, desabrocham;
Não devemos abrir a força as folhas ainda fechadas. –
O tempo revelará os cálices de ouro.
E se, através do trabalho perseverante, alcançarmos a terra
Onde pés cansados, com as sandálias desamarradas, poderão descansar,
Quando veremos e compreenderemos claramente,
Acho que iremos dizer: “Deus sabia o que era o melhor!”

[Sometime - (Algum dia) - May Riley]

5 de fev de 2011


Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.                                                                                                                 Fernando Pessoa*